22 de jan de 2012

[fanfic] Pecados Passados - Preludio

essa vai ser a minha tacada de mestre pra almentar as visualizações desse blog, alem de ser o meu trabalho mais dificil aqui(francamente...traduzir 22 capítulos sozinho não é pra qualquer um)
agora vamos a história

Pecados Passados
oque mais voce poderá ser
se o mundo te visse como
 um monstro?

Escrito por Pen Stroke 
e Batty Gloom

=====================================================================


Dedicado a minha amada Tia
Que foi a primeira a me encorajar a escrever.
Ela faleceu quando essa história comessou a ser escrita.
Ela era uma professora, uma mãe, uma esposa, e uma amada tia,
E eu sentirei muita falta dela.


=====================================================================

Preludio
A Ressurreição
===================


Em meio à luz de velas, um unicórnio estava sentado com a cabeça inclinada para baixo e com seus olhos fechados. Solitario a beira de uma lagoa, observando seu reflexo na água. A lagoa estava aninhado no fundo da Floresta de

Everfree
, as árvores escurecidas e galhos retorcidos em torno todos os lados pareciam sentinelas silenciosas.

Enquanto a maioria dos moradores de Equestria tinha se deslocado para nascente, Everfree ainda era dominado pelo apego do inverno. A neve cobria o chão e lá um ar gélido  pairava sobre o ar. Hálito quente do unicórnio fazia o vapor para  subir por alguns segundos antes de desaparecer na noite.


Por um longo tempo, aquele unicórnio silêncioso se mantivera na borda da lagoa, com apenas algumas velas nas proximidades . A luz das chamas cintilantes caiu sobre o seu casaco preto, embora essa não fosse a sua cor natural. Não, todo o seu corpo, incluído a crina, havia sido sido tingido no tom de negro mais profundo possivel .Até mesmo a sua Cutie Mark tinha sido coberta pelos corantes, seu flanco aparecia totalmente negro.


Somente os sons da floresta tranquila foram audíveis, o ranger das árvores edeslocamento da água da lagoa. Foi uma cena de tranquilidade o unicórnio necessário para se preparar para a tarefa da noite. No entanto, como ele pegou em outra respiração profunda e divulgou, hoofsteps começou a ecoar através das árvores.


"Nexus, estamos prontos quando você estiver".
===
O unicórnio negro, Nexus, tomou em outra respiração, os olhos azul-turquesa se abriram e ele se virou para olhar para o pônei que se aproximou dele por trás. "Eu não demorarei a chegar."
O pônei que interromperam acenou com a cabeça, desaparecendo de volta para a floresta. Depois de esperar os passos desvanecerem-se em silêncio, Nexus levantou seu chifre. E sua magia fluiu, ele chegou para o seu lado com a energia arcana, levitando uma série de itens para o ar.
"Nossa rainha, guie-me esta noite," Nexus disse e depois ele voltou o olhar para o céu ", pois é sob esta lua cheia que os nossos esforços irão ser concretizados."
Nexus falou as palavras lentamente, levando sua voz o tom que parecesse estar praticando uma pregação, cujas palavras poderiam inspirar a lealdade de seus irmãos e irmãs. Uma voz que tinha feito grandes mentes e corpos fortes para a causa, embora no momento em que ele estava falando apenas com sigo mesmo.
O unicórnio pintado de preto baixou a cabeça e tocou um casco no peito e depois disse, "Deixe-me ser apenas uma embarcação para a sua vontade e força até que o trato seja cumprido ."
Os itens levitando se aproximaram a ele: uma capa de azul meia-noite com estrelas brancas em toda a sua superfície, uma placa no peito, composto de metal roxo acinzentado, com uma lua crescente azul-turquesa em seu centro, ferraduras para coincidir com a parte da caixa, e um placa de blindados para as costas e seu pescoço.
"Deixe-me ter a sua crina," Nexus falou enquanto movimentava a capa em circulos ", poderosa e bela, uma representação do céu infinito. Deixe-me estar com suas vestes ", ele continuou a fazer os mesmos gestos  com a armadura presa ao seu corpo", nessa armadura que presta homenagem à sua imagem e grandeza. Deixe-me ser o seu corpo nesta noite, pois é você que eu sirvo acima de todos. "
A última peça de armadura levitou em direção a Nexus, um capacete feito do mesmo metal como o pedaço do peito. O unicórnio colocou seu elmo com cuidado, levando-a para baixo em seu chifre, encaixando-o na cabeça.
"Que o seu poder seja meu, pois, esta noite, você deve respirar e saborear o ar fresco da noite para si mesmo," Nexus falou como ele se pôs de cascos. "Você deve olhar para o mundo com olhos de seus país, e não mais ser obrigado a compartilhar um corpo com um potro fraco como você foi no passado. Esta noite, você deve ser sua égua própria, para nunca mais ser ameaçada pelos Elementos da Harmonia ".
Nexus ficou de pé, olhando seu reflexo na lagoa. Ele agora parecia uma copia perfeita de sua amante, assumindo o rosto de um acólito ansioso, pronto para receber o seu poder e conhecimento. Através dos esforços que ele e seu grupo, veriam a sua ascensão, a rainha, novamente. No entanto, apenas ele que tinha permissão para se parecer tanto com a rainha, para liderar o feitiço que estava prestes a ser lançado. Era seu lugar de honrae ninguem poderia roubá-lo.
"Esta noite, a Nightmare Moon, seus seguidores devem conceder-lhe suas vidas, e os tiranos do sol e da lua cairão."
===
Mentalmente preparado, Nexus se virou e começou a caminhar para a floresta, seguindo a trilha que ligava a lagoa para outra parte de Everfree. Outra clareira, foi aberta rapidamente e foi ocupada por vários unicórnios, pegasus, e pôneis que movimentavam constantemente a terra do lugar
O terreno havia sido limpo de neve, embora alguns montes tivessem sido deixados pontilhados sobre o lugar. Em ambos o solo exposto e sobre as pilhas de neve havia bacias de madeira cheia de pó de óleo encharcado. Pintura tinha sido usado no chão para desenhar linhas arcanas de poder, e no ar havia pegasus reunindo as nuvens, empurrando-os juntos para ocultarem-se de olhos curiosos
Todos os pôneis e Nexus usavam um manto negro da ordem com exceção de três, que estavam dando ordens: um par de pegasi e um pônei terrerrestre. Eles, como Nexus, usavam  armaduras , embora ele só tivessem uma estrela na capa e no capacete,  só eles tiveram a honra de vestir-sem assim .
"Quanto falta, Wind Night?" Nexus perguntou quando se aproximou do trio.
"A cobertura de nuvens é quase completa, eo pegasi só precisa de alguns minutos para encher as bacias", o pegasus roxo respondeu, olhando para Nexus com seus olhos azul-turquesa, em sinal de fim. Através do trabalho de um feitiço, Nexus abençoou cada um dos filhos de Nightmare. Foi uma bênção que levou a iluminação junto com seus olhos especiais, que brilhavam de cor turquesa.
"Bom," Nexus disse antes de virar para o pônei terrestre ", Stonewall, você tem os itens?"
"Eles não sairam da minha vista desde a nossa partida de Canterlot, Nexus", o pônei terra respondeu, apontando para a taça que estava atualmente descansando em suas costas.
"E Gray Gale, nossa convidada especial está acordada?"
"Oh sim, ela acabou de acordar", o pegasus cinza do trio respondeu, falando muito mais casualmente. "E cara, ela está com medo!"
"Isso é porque você disse a ela Stonewall que voce arrancaria o seu chifre se ela tentasse escapar," Night Wind o cortou .
"Hey, isso a impediu de tentar qualquer coisa," Gray Gale defendeu.
"Ela não podia tentar qualquer coisa, mesmo que ela queria. Ela tem uma cinta anti-magia em seu pescoço. "

"Você tem feito tudo bem," Nexus falou, parando o argumento antes que pudesse ir mais longe. "Mas agora todos nós devemos tomar nossos lugares. Stonewall, pegue os itens sagrados e ponha no centro do ritual. Gray Gale,Night Wind, preparem suas tochas e olhem para o céu. "
Os três assentiram, indo fazer suas tarefas, enquanto Nexus voltou sua atenção para um lado da clareira. Lá, deitado no chão, havia um cavalo, amarrado com corda e um saco de pano na cabeça.
Pisando com cuidado, Nexus moveu-se entre as bacias de madeira e se aproximou do cavalo amarrado. Quando ele estava a poucos passos de distância, o líder da seita usou sua magia para retirar o saco. O cativo unicórnio estava agora totalmente visível, o casaco violeta sujo em alguns lugares do fato de que ela estava deitada no chão. Sua juba escura roxa era uma bagunça. Ela olhou para Nexus no medo, sem dúvida, ao perceber a semelhança com o unicórnio que havia uma vez caído.
"Estou tão feliz que você foi capaz de se juntar a nós esta noite, Miss Sparkle," Nexus sussurrou quando ele olhou para a pônei roxo.
"Quem é você? O que você vai fazer comigo? "Twilight perguntou em um guincho em pânico, apenas mal conseguindo encontrar a sua voz pois ela lutava contra as cordas que amarravam suas pernas. Ela provavelmente tentou usar sua magia para escapar, mas ela não foi capaz: uma cinta de metal, presa ao redor do pescoço do unicórnio, a impediu de fazer uso de sua magia.
"Inquisitiva, embora eu não devesse esperar nada menos da aluna numero um de Celestia", respondeu Nexus, Levantando Twilight com seu chifre. Com o unicórnio flutuando em sua magia, Nexus voltou para o centro da clareira. Lá, o pônei Stonewall tinha montado um pedestal de metal, sobre a qual ele havia colocado a tigela de madeira de suas costas.
"O que temos planejado para você, Twilight Sparkle, é muito simples. A respeito de quem somos ... assim, considere-nos simplesmente os servos fiéis de verdadeira rainha Equestria, vossa majestade Nightmare Moon. "
"Você está louco?" Twilight perguntou, torcendo um pouco a cabeça enquanto tentava se livrar do feitiço de Nexus. "Nightmare Moon se foi. Como você pode servir a alguem que já se foi? "
"É muito mais fácil do que você pensa, Miss Sparkle . Eu não vou, no entanto, estragar a surpresa. Por enquanto, tudo que você precisa saber é que a sua  "contribuição" é apreciada, "Nexus respondeu enquanto ele colocava o saco de volta sobre a cabeça de Twilight, fixando-o firmemente e colocando um feitiço de amortecimento de som em todo o tecido. A égua continuaram a protestar, apesar do fato de suas palavras serem abafadas pela saco.
Deixando Twilight flutuando no ar, Nexus foi até o pedestal de metal. Ele examinou o conteúdo da tigela de madeira colocada sobre a mesa de metal alto,seus olhos brilhavam em antecipação. Dentro da bacia foram enrolado pedaços do que parecia ser de papel, mas eles eram de uma cor púrpura e uma das peças tinha uma lua crescente azul-turquesa grande em sua superfície.
------
Ele então voltou sua atenção para um punhal que descansava ao lado da bacia, pegando-o com sua magia. O cavalo então olhou para Twilight, que continuaram a se contorcer, coicear, e gritar . Ele aproximou-se de Twilight, e, depois de abaixar ela um pouco mais perto da terra, Nexus coiceou-a no estômago.
O pontapé rapidamente fez Twilight parar de se debater, a unicórnio pendurada sobre a magia Nexus tentou pegar o fôlego que tinha para não ser nocauteada. Naquele momento Twilight permaneceu imóvel, Nexus moveu lâmina do punhal até e da perna de Twilight, deixando um ferimento muito superficial. Não era pior do que um corte de papel, mas trouxe gritos abafados de pânico do unicórnio, como se o corte tivesse sido muito pior.
A ferida começou a sangrar levemente, algumas gotas de sangue pingaram para fora.Nexus moveu o punhal contra a ferida, juntando algumas gotas de sangue sobre a lâmina antes de colocá-lo na tigela de madeira com os restos de Nightmare Moon.
"Sim, a centelha da vida de alguém que tem o elemento da Magia. Que ele conceda a nossa invulnerabilidade rainha contra aqueles malditos Elementos da Harmonia ", sussurrou Nexus, levitando Twilight de volta para a borda da clareira, deixando-a cair sem cerimônia na base de uma árvore quando ele se aproximou do pedestal metal.
Lentamente, Nexus respirou, liberando um sopro de vapor no ar da noite.Então, com um último suspiro profundo, o líder unicórnio olhou para os restos dos filhos de Nightmare, sua voz ecoando através das árvores enquanto ele pregava para seus companheiros.
"Irmãos e Irmãs, durante meses, havendo trabalhado em sigilo. Nós trabalhamos nas costas dos guardas da princesa tirana, colocando a nossa própria segurança em risco.Fortunas pessoais foram gastas, juntamente com muitas horas para nos trazer a este ponto. Mas agora estamos prontos, o feitiço está preparado.
"Hoje nós, os filhos de Nightmare, veremos nossa rainha voltar a vida, ea forma de sua própria.
"Uma vez, ela e Luna eram uma ea mesma coisa, mas os Elementos of Harmonia não poderiam destruir o que foi nossa rainha. Não, esse poder só poderia removela de Luna, um potro fraco, só poderia prendê-la essência nestes fragmentos preciosos. Foi um terrível destino, mas é por causa da incapacidade dos Elementos of Harmonia para destruir a nossa rainha que podemos ficar aqui esta noite.
"Para esta noite, esta magia dará a essência da nossa vida a nossa rainha .Nunca mais ela estará acorrentada à Princesa Luna, e, com nossa ajuda, ela virá para governar toda Equestria um após  sua trágica derrota.
"Agora, emprestaremos a nossa magia, pois o tempo de nossa vitória está chegando!" Nexus chamou, a criação de volta triunfante antes de bater o seus cascos no chão.
"Vamos Nightmare Moon nasça de novo!"
Os membros da seita foram rapidamente para suas posições. Os unicórnios formaram um círculo ao redor da clareira, seus chifres brilhantes como as linhas de tinta que tinha desenhado no chão da floresta ganharam vida com uma incandescência azul. Stonewall, um dos pôneis terrestres andou ao redor do círculo e, com uma tocha, acendeu a taças cheias de óleo e pós, que ardiam com uma chama estranha azul. Como o fogo cresceu, o ar na clareira tornou-se tão pesado com a magia que era quase tangível.
Acima do ritual, os membros pegasus do culto também carregavam tigelas de pó ardente. Com tochas , o blindado Gray Gale e Night Shade voavam sobre à luz das bacias mantidas no alto acima da clareira.
Quando todas as vasilhas estavam acesas, Nexus usou sua magia para levar o fogo de uma, delicadamente segurando-o no ar e mantendo a chama vacilante vivo. Ele trouxe o fogo sobre a bacia contendo os pedaços de Nightmare Moon e o punhal ensangüentado, e depois caiu no interior da chama.
O conteúdo explodiu em chamas quase que instantaneamente, Nexus rapidamente se retirou para a borda do círculo para participar do rito dos unicórnios . Lá, todos eles começaram a formar a magia no ar, funcionando como oleiros com o barro.Eles moldaram a magia livre, moldado-o e começando a forçar para baixo no vaso que continha os restos de Nightmare Moon.
Depois de alguns momentos de ansiedade, Nexus viu o que ele esperava, o punhal embebido de sangue começou a flutuar acima do fogo. O sangue foi elaborado a partir do punhal pelo feitiço e formado em uma única esfera carmesim antes do punhal em si ser lançado para fora do circulo,encravando em uma árvore próxima.
Fumaça negra subia da bacia central, os pedaços de Nightmare Moon começaram a queimar. A fumaça começou a se formar e girar em volta da grande queda de sangue.O fogo das tigelas de madeira desenharam , girando em órbita e ponto focal da magia como a água em uma banheira de hidromassagem.
A gota de sangue foi envolta por uma esfera negra, e essa esfera negra começou a crescer lentamente. Ela atraiu o fogo a fumaça e tudo, e se tornava maior com cada momento que passava.
"Sim ... está funcionando meus irmãos e irmãs. Ela está começando a tomar forma.Nossa rainha deve em breve ser "
KRAC-CROOO-OOOM!
Os pôneis cult saltaram provavelmente um pé no ar quando um único raio correu para baixo do céu e golpeou o centro da magia, cobrindo o pódio de metal e envolvendo a gota de sangue, os pedaços de Nightmare Moon, e os de madeira bowl em chamas carmesim.
Olhos voltados para cima, para a fonte do relâmpago, a cobertura de nuvens dos pegasus do culto havia cuidadosamente sido colocada para trás por um batalhão cheio de guardas reais que voou em suas direções.
"PARADOS! VOCÊS ESTÃO todos presos! "Vários dos guardas gritaram como dezenas de outros pegasus pousando no centro da clareira. Ainda assim, nenhum único pônei parou, os cultistas pareciam estar ignorando os guardas.
Nexus ficou pasmo, vendo como o centro da magia e os fragmentos preciosos da Nightmare Moon foram destruídos. Todos os seus planos, dizimados por um único raio mágico: um raio que só poderia ter vindo de uma fonte.
Virando os olhos para o céu, Nexus olhou para a figura que flutuava para baixo através do buraco nas nuvens. Com um único flash de seu chifre, a figura afastou o resto da cobertura de nuvens como a espuma de um copo de chocolate quente.
-"Celestia ..."  disse Nexus forçando a voz entre os dentes, os olhos azul-turquesa bloqueados pelo brilho da princesa Sol enquanto ela flutuava para baixo em meio a luta, devolvendo a magia de todos que ousassem  atacá-la com apenas um movimento do seu chifre. Dentro dele, um ódio fervia. Cada fibra de Nexus queria atacar, para ferir para a princesa do sol se ela se atrevesse a interromper o ritual, mas ele sabia q não era boa ideia.
"Não pense que você ganhou hoje, tirana do sol. Você simplesmente me atrasou na melhor das hipóteses, "Nexus sibilou, seu próprio chifre começando a brilhar. Gray Gale, Wind Night, Stonewall, e um número de cultistas se reuniram perto Nexus como magia fluiu de chifre em chifre de cada unicórnio. O grupo, então, pareceu desaparecer no ar, apesar de uma série de pegadas tivesse tomado forma no solo macio , agora cultistas fugiram para a floresta Everfree.
===========
"Você prenderam todos os envolvidos?" A princesa perguntou,com seus olhos fixos no guarda que estava diante dela.
Celestia momento sentou-se na biblioteca de Ponyville. Após resgatar Twilight, a princesa tinha levado ela para sua casa de estudante e a mandou direto para a cama. Twilight resistiu um pouco, mas, depois de passar por uma situação tão estressante, não demorou muito para começar a adormecer. Celestia tinha transformado a biblioteca em uma base de operações, mantendo a guarda de sua aluna, pessoalmente, ao ter seus guardas a trazer os seus relatórios para ela.
"Nós capturamos um grande número de pessoas envolvidas, mas acreditamos que alguns conseguiram escapar utilizando magia para se disfarçar", relatou o guarda, a cabeça inclinou-se respeitosamente para o chifre do Unicórnio. "Seguimos seus rastros, mas eles finalmente terminaram, como se eles percebecem o erro, e corrigissem-no antes que pudéssemos pegá-los. Ainda assim, continuamos a procurar na floresta com a ajuda da zebra que a sua aluna falou. "
"Sim, Zecora. Por favor, certifique-se que ela seja devidamente agradecida por tudo que ela fez esta noite. Também, por favor, estenda-lhe um convite para o palácio para que ela possa se juntar Luna e eu para jantar em uma noite de sua escolha. "
"É claro, a Princesa", o guarda respondeu e levantou a cabeça. "Apesar de, se me permite perguntar, o que eram esses pôneis tentando fazer?"
"Eu não sei", admitiu Celestia. "Todos nós fomos capazes de entender a partir da informação que se reuniram antes desta noite era que algo estava para acontecer, e que Twilight tinha a cabeça coberta por um saco de grosso. Ela não sabe o suficiente para nós para verificar propósito deste grupo. "
"E o feitiço?"
"A magia não é algo que eu reconheço. Se for de um livro ou pergaminho, então eu não li ele, mas poderia facilmente ser um novo feitiço. Um ritual criado para uma finalidade específica, embora o efeito ainda continue a ser um misterio. Certifique-se que os detalhes da magia em si permanecem preservados, mas terá de ser estudado ".
O guarda se curvou em uma saudação. "É claro, a princesa. Vamos reunir provas durante a cena e tê-lo levado para o castelo até o momento em que pode ser examinado. "
"Ótimo. Eu não tenho nenhuma dúvida de que o propósito da magia era sombrio, e eu não vou deixar minha aluna ser ameaçada ", disse Celestia, franzindo as sobrancelhas com determinação. "Eu quero a verdade sobre isso Capitão, encontre o mais rapido possivel"
"Naturalmente, Vossa Majestade."
===========
Os guardas revistaram a área de unicórnio, varrendo-a com sua magia para tentar detectar qualquer coisa deixada para trás. O que restou da tigelas de madeira foram recolhidas e algum pó não queimados foram coletados juntos em um único saco. Tudo e qualquer coisa que não era natural da Floresta de Everfree foi retirado do desmatamento, embora os guardas não estendessem a sua busca em fronteira com árvores e arbustos, uma vez que ficou claro que o raio do ritual terminou com ele.
Tudo o que foi recolhido foi carregado em um carro à espera, e uma vez que as procuras foram concluídas, o pegasus atrelados ao carro levantaram vôo. Eles subiram rapidamente para o céu antes bancária, no sentido de Canterlot como os unicórnios abaixo viram seus companheiros soldados, até que desapareceram para além das copas das árvores.
"Atenção Todos , vamos juntar os grupos de busca na floresta para achar qualquer um dos membros do culto que poderia ter escapado", o tenente ordenou . "Dê prioridade às que parecem ser unicórnios, um deles utilizado algum tipo de magia louca para camuflagem, e nós não queremos que isso aconteça uma segunda vez."
"Senhor,alguns de nós não devem ficar aqui?" Um dos soldados falou, um novo recruta da guarda real.
"Para quê?" O tenente tirou, olhando para baixo o soldado que se atreveu a questionar suas ordens.
"Para proteger a cena do crime, Sr", o jovem soldado respondeu, de pé em atenção firme como o tenente caminhou até ele.
"Não, reunimos tudo de importância."
"Mas e se o cultistas voltarem, senhor?"
"Ouçam com atenção, porque eu vou dizer isso apenas uma vez", o tenente , olhando para o soldado falou em voz alta . "Qualquer criminoso que se preza vai ficar tão longe da cena de seu crime possível. Esses pôneis são loucos, mas eles não são estúpidos. Eles não vão voltar. "
O jovem guarda abriu a boca para falar, mas o tenente continuou, ignorando-o."Além disso, este não é o Central Park, em Canterlot. Everfree é perigoso. Há monstros aqui que poderiam comer um pônei com o dobro do meu tamanho em um único gole, com armadura e tudo. Este lugar não é onde queremos passar mais tempo do que o necessário.
"Mas, se você quiser ficar aqui e proteger a cena do crime, fique a vontade. Apenas atente para as hidras ", concluiu o guarda veterano, começando a caminhar para fora da clareira. O resto dos soldados seguiu atrás dele, dirigindo-se para a floresta para se juntar à pesquisa. Só o guarda o que tinha falado não se mexeu, mantendo-se na clareira enquanto os outros desapareceram entre as árvores.
Ele permaneceu lá por um minuto na melhor das hipóteses antes das palavras do tenente chegarem a ele. O soldado invadiu a galope como ele deixou a clareira, correndo para recuperar o atraso com seus companheiros.
Ainda assim, a magia que pairava no ar como uma névoa pesada começou a mudar, um pouco do ar fresco da noite espumava quando ele foi puxado sugado por um lado da clareira. Lá, escondida por um arbusto, uma esfera negra estava entre a sujeira. Uma esfera que foi lançado fora do centro do feitiço pelo trovão de Celestia . A esfera que, na sua essência, continha o sangue de um certo unicórnio roxo.
A magia que permanecera na clareira corria para a esfera, atraída por ela como o metal de um ímã. Como a energia arcana foi absorvida, a esfera cresceu, dando continuidade ao processo iniciado pelo feitiço que foi interrompido por Celestia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário